Elpenor Biodinâmico DOC 2019

R$182,84

Dão a Borgonha portuguesa encanta com seus vinhos elegantes e frescos e se tratando de Julia Kemper esse terroir ganha exponencial. O Elpenor rosé, com 91 pontos Robert Parker, é um vinho que transita entre refrescante vinho de acidez marcante para refrescar uma boa conversa num dia quente de verão e entre o rosé muito bem estruturado e equilibrado com muito bom potencial gastronômico. O melhor de dois mundos. Tudo isso alinhado a uma agricultura biológica, biodinâmica e vegana que se aproveita do que a terra dá sempre em equilíbrio com a natureza. No rótulo, a lagarta que passeia pelas vinhas trabalhando para sua proteção e que dá nome a esta linha de vinhos Julia Kemper.

Em estoque

MAIS POR MENOS

Compre A Unidade Sai Por
1 - 2 R$182,84
3 - 5 R$173,70
6+ R$155,41
REF: 305 Categorias: , , , ,

Descrição

Pensar em agricultura biológica e biodinâmica é, além da preocupação em manter o equilíbrio da biodiversidade e da natureza, pensar em preservação do terroir. E nos vinhos da Julia conseguimos perceber bem isso. Quem já visitou o local e sentiu os aromas do bosque e da floresta que circundam as vinhas, coloca o vinho na taça e automaticamente é levado à este passeio. O Elpenor rosé é uma visita aos bosques da Quinta do Cruzeiro, ao frescor da brisa que carrega o cheiro dos frutos e das flores e é um convite a uma nova taça sempre. A acidez marcante torna o vinho vibrante, nada cansativo. Ótimo para acompanhar uma boa culinária de frutos do mar quanto uma boa conversa à beira da piscina. “C’est la vie en rosé”. 

A Quinta do Cruzeiro e a família Melo escrevem uma história secular de paixão por sua região de origem, o Dão, e é em sua mais nova geração, gerida por Julia Kemper que a produção passa a ganhar um maior reconhecimento mundial principalmente por sua filosofia e estilo de produção biodinâmicos. No Elpenor rosé DOC Dão temos uvas que provém de vinhas que datam 2003 em condução Royat $ Guyot , com densidade de 4.000 plantas por hectare (baixa densidade que indica uma maior concentração de aspectos qualitativos nas uvas), orientação a meia encosta e com solos franco arenosos de origem granítica, influenciadas por um clima mediterrânico com influência continental e marítima. A colheita é manual em caixas individuais e o rosé é obtido por maceração curta.

 

Nota do Produtor

Características Gustativas: Na boca é fresco, longo e muito mineral

Características Olfativas: Aroma de média intensidade de fruta de bosque aliado a notas de violeta e rosmaninho (lavanda) e certa mineralidade.

Características Visuais: De aspecto límpido apresenta cor rosa pálido com nuances salmonadas.

Harmonização: Saladas, frutos do mar, peixes variados e massas. Os melhores queijos são os mais cremosos/pastosos como requeijão em barra e um prato ideal são as cataplanas de marisco.

Produção: Vinhas que datam 2003 em condução Royat & Guyot , com densidade de 4.000 plantas por hectare, orientação a meia encosta e com solos franco arenosos de origem granítica. Influenciadas por um clima mediterrânico com influência continental e marítima. Colheita manual em caixas individuais. Estabilização natural.

Envelhecimento: Vinho não envelhecido.

Doc: Safra 2016 – Robert Parker – Mark Squires – 91 Pontos

 

 

Ficha Técnica

Safra: 2019

Tipo: Rosé

País de Origem: Portugal

Região:  Dão

Castas: Touriga Nacional

Graduação Alcoólica: 14% vol.

Temperatura de Serviço: 08° a 10°C

Doçura –  0 a 5: 0 | Acidez –  0 a 5: 4  | Tanino –  0 a 5: 2 | Frutado –  0 a 5: | Corpo –  0 a 5: 3

Apresentação: 750ml 

Informação adicional

Peso 1.51 kg
Dimensões 14.5 × 9.3 × 30 cm
Partner Logo 1 SSL Seal
Message Us on WhatsApp

Invite & Earn

X
Signup to start sharing your link
Signup